café e dores

café e dores

terça-feira, 15 de julho de 2014

Coração ateu

Se observar atentamente os olhos tropicais dela, verá que são feitos de gelo mas que se aquecem da mais firme brasa ao tocarem sua presença. Derrete-se em estações frívolas por ti! Logo essa mulher que é cobiçada por mil homens mais valentes do que você!

Se tocar no íntimo dela sentirá o oceano revolto, as intrigas e os monólogos depressivos. Nos braços não só tatuou cortes, veja além dessa tristeza, sinta cada molécula que te implora pra ser amada. Ame-a com a mesma intensidade que teme morrer ainda na virtude que a juventude oferta, deseje essa mulher que te devora em silêncio! Evoque o seu coração ateu porque é demoníaco observar esse tormento que você se prega.
Seu medo vai te trucidar cedo demais...
Seu coração te levará ao inferno em terra...

5 comentários:

  1. " Ame-a com a mesma intensidade que você teme morrer ". Gyzelle que lindo.

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde Gyzelle.. quando se toca e se é tocado no íntimo sabe-se as calmarias e tempestades.. pq tudo emerge de nós.. abraços poetisa

    ResponderExcluir
  3. Entre desejo e medo, ou você se entrega de vez, ou corre o mais rápido que pode.

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso texto sobre o amor e tudo que o rodeia; cheio de metáforas. Adorei esta parte: "evoque o seu coração ateu porque é demoníaco observar esse tormento que você se prega."

    ResponderExcluir
  5. Belo texto, belíssimo jogo de palavras.
    Abço amigo

    ResponderExcluir