café e dores

café e dores

terça-feira, 8 de julho de 2014

Renascer seu inverno em minha poesia

Eu morri trezentas vezes em seus tons hostis de mármore
Recompus-me fêmea em sua ferida
E como fina casca me fiz de morada
Para pertencer puramente à sua pele usada

Falando de saudades a poesia se corrompe
Vira tatuagem
Se gruda à alma como parasita
Furtando migalhas de reminiscências

É só relembrar que seus olhos de Plutão
Levaram-me à astros
Para reviver que morei em ti outra realidade

Será que seu caos já destroçou a minha raça?
Já não pertenço ao meu sangue
Ao meu destino
Este universo planeja contra nós

Ontem o escasso inverno flagrado de seu peito
Camuflou a geada que me condensa
Derreto em suas camadas
Muito mais do que amadas por minha primavera

Você me disse manso que eu seria o seu fim
E se padeço no instante do agora
É porque ainda morro sozinha
Enquanto vejo-te fortificar no nascer da aurora

Transformei-te em poesia ou a poesia te transforma?
Espero rasgar seu coração
Para te colar nos meus suspiros ínfimos
E metamorfosear o nosso quase-amor em canto lírico

11 comentários:

  1. Muito bom dia Gyzelle.. mais uma poesia forte e bem construída..
    poetisa sem delongas.. escreve o que a alma vislumbra e sente..
    sempre ricos os teus versos..
    ler sobre a geada me quebrou srrs
    teve uma ontem aqui no sul.. frio sempre me ferra...
    abraços e até sempre

    Lapidando Versos

    ResponderExcluir
  2. Teus poemas para mim, são mais que literatura é satisfação de viver o bom, prazer por sentir a alegria que teus versos me trazem pela leitura.
    Saudações e obrigado.

    ResponderExcluir
  3. Colocar em poesia é a melhor forma de eternizar um amor!

    ResponderExcluir
  4. Já não consigo me desprender a esse seu blog, cada dia melhor. Parabéns!

    Obs: Verifica seu gmail, te enviei uma mensagem! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual gmail? Não tem nada nos meus... :(

      Excluir
    2. Talvez esteja incorreto, poste aqui o seu atual. =D

      ou me envia uma msg, bismarckbarros37@outlook.com. Saudades de ti!

      Excluir
    3. AHEUAHEUAHE.. Beleza, eu respondi lá! ;)

      Beijão boa noite!

      Excluir
  5. É tão bom entrar aqui e ver esses comentário, obrigada!

    ResponderExcluir
  6. Ah, eu também mandei e-mail e nunca recebi resposta (além de ler sempre). Mas, fora isso, um belo texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Vou postar meu email aqui: sendoprosaepoesia@gmail.com
      Desculpa, não recebi nada...

      Excluir