café e dores

café e dores

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

rodear

iria parecer brutal
te convocar 
através 
de poema 
como quem mal sabe 
chega hora de erguer
tombada a voz e cabeça 
pois é longo dizer
tanta coisa bonita 
tantas voltas

mas há algo que diz
do susto 
das coisas doídas
enquanto urgência 
de alegar nomes 
e contornar
volta

é que fugir faz
o vestido vira roda
cabelo e vento 
e isso é delicado por demais
pra falar se não for
volta 

3 comentários:

  1. Como é bom encontrar poesia assim, tão por acaso. Teu blog foi um belo achado para um começo de fevereiro.

    Gostei da tua construção. Do teu tom. Da maneira de fazer os versos dançarem.

    Um abraço daqui.

    ResponderExcluir
  2. delicado por demais é essa combinação de palavras que tu sintoniza e faz voltar em outro verso, a rodar nos olhos...

    Belíssima poesia (como todas as outras)!

    ResponderExcluir