café e dores

café e dores

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Eu matei o meu personagem

Eu te matei aqui, deitada na cama, vestida em um pijama esgarçado
com a maquiagem do dia anterior nos olhos de cachaça e o cabelo embaraçado
te vomitei inteiro no banheiro do botequim na Lapa
e os resquícios das gotas de sangue ainda estão em meu sapato

Eu esquartejei as suas lembranças usando um canivete de prata
e ao incendiar suas fotos em uma fogueira, te transformei em rima ruim
desfigurei seu ego tão esculpido, meu bem

Eu sou culpada por essa morte premeditada
e sei de cor as suas falas
os seus artifícios para me ver desnorteada
eu decorei as letras de suas músicas só para dizer o quanto são estúpidas

Todas as cartas foram ridículas, Fernando Pessoa

http://www.insite.com.br/art/pessoa/ficcoes/acampos/508.php

Nenhum comentário:

Postar um comentário