café e dores

café e dores

quinta-feira, 16 de março de 2017

mari

no momento preciso 

da escrita 

me é difícil 

a tarefa de te escrever 


é que diante de palavras

as memórias

surgem como fotografias

esparsas nessa fundura

Incansável 


esboço de perfil 

tragos recontados 

correio das lembranças 

o alcance impossível 

do poema incompletude


olhar distraído 

gesto

mero desvio de rota

bate à porta 

chegar ao coração


o poema vive

no espaço destinado

aos versos mudos 

em repouso no tempo

da prosa 


confuso 

desprende 

o sentido das horas

e revive nossa história 


te escrever 

é reviver 

e viver

é simples morrer de -

Nenhum comentário:

Postar um comentário