café e dores

café e dores

quarta-feira, 28 de março de 2012

Transborda em mim

Sento-me na escada e observo a chuva,
meu rosto recebe alguns pingos leves e gelados,
sorrio e em meio disso
sinto calafrios.

Navego aqui sentada
a rua já está quase inundada
só meu peito que
continua vazio.

O boeiro está cheio de sujeira.
a chuva cai e ele
transborda
Que inveja tenho dele,
quem dera transbordar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário