café e dores

café e dores

sábado, 17 de fevereiro de 2018

sujeito composto

anotei sobre a saudade
você dizendo não sente sozinho
há sempre o plural
de sempre há qualquer coisa
a mais
sejam aqueles amassos
aos caminhos
as voltas de carros
e chegar ate à casa
driblar o gatinho
saudade não sente sozinho
voltar
à luz da manhã
querendo ficar
mais e mais um pouquinho
saudades
os dois no ninho
cantando qualquer coisa
e o baião de dois
de par em par
pé do ouvido


3 comentários:

  1. Saudade bonita, em todas as frases sinto uma clareza sensível ao redor. ❤

    ResponderExcluir
  2. Eu fico tão feliz em saber que existem escritoras(es) atuais tão fodas, a nossa geração escondida em textos de gavetas e blogs na internet não está deixando a desejar os grandes poetas que admiramos! ♥

    ResponderExcluir