café e dores

café e dores

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

31/12/2014

penso agora que se você visse meus versos, 
talvez gostasse de toda essa minha falta de lucidez. 

sentiria a vaidade te queimar as bochechas 
e daí desfilaria seu cheiro de suor fresco pela minha rua.

toda rua entraria em carnaval em pleno janeiro.
todo bloco ia te chamar de solidão.

mas chamo por qualquer vocativo que te alcance 
pelo menos em lábios pintados por reticências...

nunca termino frases completas 

essa vontade de não te esquecer explode em mim
você é dessas bombas silenciosas deixando traços de terrorismo por aqui. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário