café e dores

café e dores

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Rocambole

Coloquei a música mais triste que tinha entre a poeira
E dancei conforme a melancolia pedia
Lembrei do nós
Esse apartamento pequeno não me cabe
Nos cabia
Éramos um
Eu era somente sua

Hoje sou inteira
Chata
E não mais compartilho chocolate de panela
Engordei
Devoro a sobremesa sozinha, deito e durmo
Durmo para esquecer
Não esqueço
Sonho com você

Última vez que te deixei no ponto de ônibus: céu limpo
Eu sabia era a última sexta do mês
Última vez que me daria sorvete e cheesecake

Agora só me resta o bolo aguado da padaria
Ou deliciar-me com poesia

Decido limpar essa bobeira
De amor complicado
Vou no mercado comprar sabão em pó
Volto com rocambole e pão de ló debaixo do braço

Um comentário: