café e dores

café e dores

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

o carnaval em pleno peito

parada
no trânsito
na gávea
esse pensamento suado
meu peito é o verão
em pleno carnaval
você me fala de amor
dos blocos
e serpentinas no cabelo

essa rima impura
álcool descendo pelas ruas
caçando um pé descalço
todo caos entrelaçado na multidão
enquanto você me fala de amor
como se todo mundo ouvisse
e fosse ficar calado
por causa dessa inauguração

no trânsito
na gávea
essa conversa afiada
todas as pontes engarrafadas
que me conduzem à sua calmaria
você me falaria
dos confetes arremeçados
das vezes que passei do ponto
e não me assustaria
o pensamento estagnado
o bloco anunciando
essa última
parada

o amor estacionou

2 comentários:

  1. Somebody To Love. Amo a criação quando tu me faz companhia, lembrei dessa musica do queen.
    Saudações!

    ResponderExcluir
  2. Toda festa tem seu fim, todo Carnaval tem sua quarta de cinzas...

    Beijo do Jefh, do JefhCardoso.blogspot

    ResponderExcluir