café e dores

café e dores

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Fuga da sanidade

Fuja junto aos ratos deste porão mal assombrado
subitamente se puder
leve sua covardia
e me deixe com a saudade maldita

Case-se com aquela mulher das flores
e não acenda a luz do quarto
se abrigue longe dessa minha escuridão
no leito de um amor sadio

Na volta para o amanhecer
colha as rosas que não tiverem espinhos
pois o sangue que verter de seus dedos
será usado contra você

Espere pois o ódio que escorre dos meus olhos
arrebentará sua janela blindada
e sugará sua beleza com a mesma violência
do meu amor

Repudie essa paixão doente
que descarta sua euforia e planos dementes
cale essa sua boca de sonhos
e salve-se desse suicido

Somos eu e você
Envoltos nesse sono de trevas
e se decidir enfim ficar
para a morte vou te acordar

9 comentários:

  1. Show de imagens!!! Isso sim é poesia na melhor acepção da palavra.

    http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Os sentimentos deveriam ser cobertos de sanidade, mas não se controla emoções, ainda que conheçamos o que vai chegar quando acordarmos do sonho. Belos versos. Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Sobre a sanidade eu pouco sei. Obrigada pelos comentários!!!

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Gyzelle.. achei muito forte tuas palavras.. e digo a vc que quando começei a poetar abusei demais delas.. de todas as temáticas.. fiz obras como o último grau da loucura, o livro dos mortos entre outros.. sempre gostei muito dos poetas que carregavam esta temática.. ficou muito bem escrito.. a poesia a gente percebe quando é verdadeira pq ela não usa atalhos.. é o que é.. tenho sonetos muito legais sobre a insanidade... morte entre coisas romanticas tb.. se desejar visitar me blog.. já sigo o teu pq quem escreve poesia esta na mesma caminhada minha bjs
    lapidandoversos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá Gyzelle, passei para conhece-la e retribuir sua gentil visita. Obrigada por deixar seu comentário, gostei muito! E parabéns, você escreve bem, gostei do que li, tanto que, para não perde-la de vista, vou segui-la!Beijo querida,Denise - dojeitode.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. mt bom, parabéns pela coragem de abordar o lado escuro do amor e da vida, aquele que todos fingem não existir. bjs

    http://umanjotriste.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Que lindo, gostei muito dos comentários de vocês e fico ainda mais animada para fugir da sanidade na hora de escrever

    ResponderExcluir