café e dores

café e dores

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Chico rimador

Francisco queria saber viver,
conhecido por Chico
por poucos, pois poucos o conheciam.

Chico trabalhou por toda vida
Sem receber méritos
Ou dinheiro que sobrasse.

Aos quarenta Chico soube da moléstia,
com seu salário bagatela,
não podia curar-se.

Levantava antes de acordar,
não tinha sossego
vida de trabalhador.

Filho ele não tinha
mulher não tinha
era um sem-família.

A música que ouvia era ócio noturno,
sua história de vida
é menor que essa poesia.

Casa de Chico só tinha um quarto
nesse quarto nada cabia,
não cabia sua exacerbada dor. 

Chico era remador
remava todos os dias,
só assim aliviava a própria melancolia 

2 comentários:

  1. Você escreve muito bem, gostei daqui :)
    Não tem como te seguir?

    ResponderExcluir