café e dores

café e dores

segunda-feira, 9 de abril de 2018

Marcella

Aprendo a ti com suavidade
Desfruto teus versos
Escrevo a ti desprevenida

Declamo teu gesto
O lábio cereja
Fruto poesia

Há vezes que te leio inteira
E depois degusto e de novo
Posso te reinterpretar Todas as vezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário